segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O Plano de Deus para a Salvação de cada Ser Humano

por Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho

Não é sensato se imaginar que a existência do ser humano seja finita. O nada absoluto como desígnio ao ser humano após sua morte atenta contra a existência de Deus. O Criador tem um plano eterno para toda a humanidade. Ele dotou cada homem de uma alma de natureza espiritual que se desprende do corpo no momento da morte e que dará continuidade à sua existência.

Na realidade, todas as almas existirão eternamente. Algumas passarão o seu existir eternamente afastadas de Deus enquanto outras estarão eternamente junto d’Ele.

O que deve ser buscado então é a vida eterna junto de Deus, pois, o afastamento eterno d’Ele é o que caracteriza o inferno. Vale aqui ressaltar que é definitiva a destinação última da alma. Se ela for digna de ir à presença de Deus, ela assim estará eternamente. Se ela for indigna, estará para sempre impossibilitada de ir, em algum momento, à presença do Pai. Ou seja, não há conversão após a morte.

Por seu desígnio eterno, Deus quis a existência da humanidade. Sendo o criador de tudo, Ele expôs na criatura Sua própria imagem e semelhança e fez o ser humano, dando-lhe inteligência, liberdade e vontade.

Mesmo sendo o superior entre os seres criados no mundo material, o homem era incapaz de entender, sozinho, todos os porquês de sua existência. Deus então revela ao homem verdades que o fazem entender o sentido de seu existir. Com o passar do tempo, o homem vai provando dessa experiência de Deus que foi manifestando-se ao longo da história. Assim se deu a Revelação Divina. O plano de salvação traçado por Deus diante do pecado do próprio homem pôde então ser conhecido, e cada indivíduo, no uso de sua liberdade, pôde assumir sua opção de aderir ou não a esta proposição que Ele lhe propugnava. Com a vinda de Cristo, e após a morte do último apóstolo, Deus encerrou toda a Revelação, a qual foi entregue aos cuidados dos legítimos sucessores dos apóstolos, para que atuando na única Igreja fundada pelo próprio Cristo, o homem continuasse a ser devidamente encaminhado ao seu fim último.

Aqueles que fazem parte da humanidade de hoje devem buscar o entendimento para, conscientes, aceitarem esta Revelação Divina, que expõe tudo o quanto Deus quis dar a conhecer para se galgar a salvação eterna da alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...