sábado, 17 de abril de 2010

O carro já fez a manobra


Por Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho

Imaginando-se que o caminho percorrido pela Igreja possa ser comparado parabolicamente ao percurso de um carro rumo ao seu destino, temos muito avaliado que esse carro sempre esteve e continua indo para o rumo certo. E não será outro o local de chegada, senão o ponto final estabelecido. Só que, entre tantos contratempos de viagem e barreiras transpostas nestes vinte séculos, percebeu-se nas últimas décadas bem mais que alguns imprevistos na estrada: um barranco que foi descido..., um atalho que foi tomado..., algumas avarias causadas pelo caminho pedregoso escolhido... Avarias que exigem a devida manutenção. 

Mas, está bem claro, que algo está sendo feito. Algo que parece ser pequeno, mas é grande, bem grande. E necessário!

O carro fez A MANOBRA.

Se percorreu muito tempo pelo atalho e a estrada boa ainda está bem longe. Mas o carro já fez a manobra para buscar novamente um caminho sem trepidações.

De certo que um tempo bem correlato e turbulências de proporcional intensidade se terá que enfrentar até subir o barranco e, então, fazer um percurso mais tranqüilo.

O carro ainda está longe da boa estrada, bem longe. Mas, já fez a manobra para chegar a ela.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...