segunda-feira, 17 de maio de 2010

Fiéis acreditam na validade dos sacramentos administrados pelo falso padre do Morumbi

Que mais falta a acontecer à Igreja nesses tempos tão atribulados? Conforme noticiado na Folha, o falso padre José Francisco de Lima, que atuava há cerca de dois anos na Igreja de São Pedro e São Paulo, no Morumbi, foi afastado pelo Bispo Dom Luiz Antônio Guedes após investigação realizada a partir do alerta de um dos fiéis.

Lê-se na reportagem que: "A igreja tratou logo de tranquilizar as pessoas que receberam sacramentos. 'Todos que foram assistidos pelo ministério do falso padre Francisco Albuquerque de Lima no tocante aos sacramentos do Batismo, do Matrimônio e da própria Penitência, podem ficar tranquilos quanto à validade porque neste caso a boa-fé dos fiéis é contemplada'."
 
A reportagem da Folha ouviu também a CNBB, através do Pe. Geraldo Martins Dias, responsável pela área de comunicação da entidade, informando que "Para ele, os sacramentos ministrados por falsos padres não têm validade."

Dentre os fiéis não faltou quem caracterizasse o falso padre como portador de "homilias lindíssimas", ou mesmo, quem tendo confessado com o falso padre aceite a validade do sacramento pois "o perdão veio de Cristo", o sacerdote é só um instrumento. Ou ainda, relatos como "quem buscou a Deus foi abençoado da mesma forma"

Link da matéria na Folha On Line: http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u735868.shtml
 

Um comentário:

  1. No caso do padre do Morumbi,os fiéis foram os menos culpados; "eu golpearei o pastor, e as ovelhas serão dispersadas". Se os bispos andam mais preocupados com o ataque à tradição católica do que com a catequese do seu rebanho, então é possível que um falso padre atraia seguidores. Será que isso aconteceria sob Pio XII?

    ResponderExcluir

Comente:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...