terça-feira, 1 de junho de 2010

Milagre de Cristo aos nossos olhos: Um momento que foi eternizado!


QUE MOMENTO É ESSE?
 
Poesia do livro "A Conversão do Poeta", de Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho
 
Ele quis eternizar
aquele momento
em que doou sua vida,
que mudou nossa vida,
e nos deu vida
eterna.
 
Sim, Ele quis eternizar!
Fazer aquele grito de dor
mais longe ecoar.
Pra todos ouvirem
em qualquer lugar.
Ontem, hoje e sempre.
 
Sim, Ele quis eternizar
o seu sacrifício
que, na cruz, foi o início
da vitória sobre a morte
que recaiu sobre a humanidade
após o pecado original.
 
Sim, Ele quis eternizar
cada gesto, cada oração, cada suplício...
Todos esses momentos
antecipados na última ceia,
vividos no Calvário,
Tornados presentes nos altares do mundo.
 
E ele eternizou!

Mas há quem pergunte:
Como é possível
eternizar um momento
pra depois ser revivido?
Como alguém tenha podido?
 
Sim, Ele eternizou!
Pra quem mortos ressuscitou,
pães multiplicou, sobre águas andou...,
deve não ser difícil
manipular o tempo
pra eternizar o momento
do seu sacrifício.
 
Sim, Ele eternizou!
Ele fez assim
pra que todos,
de todos os tempos e lugares,
sejam testemunhas oculares
do momento maior
da história da humanidade
 
Mas,
que momento é esse
que todos podem vivenciar?
Que momento perpétuo é esse
que eu posso viver
no tempo de agora?
 
Esse momento, minha gente,
que se faz novo a cada tempo,
é a Santa Missa!
Todas e cada uma das Santas Missas
celebradas nos altares
tornam presente o Calvário de Cristo.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...