quarta-feira, 13 de abril de 2011

A verdade que se crê e sua proximidade com a verdade objetiva


por Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho

Crer que se está na verdade é geralmente a concepção dos seguidores de cada um dos mais diferentes segmentos religiosos. Tendo por certo que a objetividade da verdade é incompatível com tantas manifestações que se opõem, tentemos apresentar a proximidade da postura assumida em relação à verdade objetiva:

Verdade Involuntária: nasceu-se aí, e assumiu-se, e aceitou-se, e acomodou-se, embora se detecte bastante coisa com claros caracteres de inverdade.

Verdade desinteressada: Das verdades que encontrou é a que acha mais parecida com cara de Verdade.

Verdade "ainda-em-busca": Opta pelo que de melhor encontrou, mas não se convenceu. "Por enquanto fico com essa".

Verdade "aqui está bom": Deixa como está!

Verdade "não é possível que eu esteja errado!": tem medo do que certamente descobrirá...

Verdade evidente: revelada por Deus aos homens, manifesta na obra criada, reconhecida e abraçada pela fé. Veem sem obscuridade. São impulsionados a defendê-la com uma força tremenda que lhe pede mesmo que dê a própria vida.

Verdade falsa evidente: efetivamente deformada nos próprios conceitos bases.

Verdade ideológica: Primeiro escolhe-se a vertente, depois defende-se ferrenhamente. Se perde uma batalha, trabalha para construir uma vitória utópica.

Verdade conveniente: defende-se o que convém.

Verdade criada: por não se aceitar nada do que encontrou, constrói a sua própria.

Verdade em conversão: após um entalhe do Escultor, passa por momentos sóbrios de encantamento com a verdade, que ainda está incompleta.

Verdade por formalismo: mais superficial de todas, escolheu-se pra não ficar sem.

Verdade da maioria: Maria-vai-com-as-outras, junta-se sempre ao maior rebanho.

Verdade enganadora: nem mesmo eu que defendo-a, não acredito.

Quem me ajuda a classificar:
Protestantes, islamitas, carismáticos, progressistas, tradicionalistas, sedevacantistas, ateus, índios...

Ou apontar outras "verdades":

(Podem completar o texto usando os comentários). 


2 comentários:

  1. Classificando...

    Protestantes =>
    Podem ser encaixados em todas as alternativas, exceto: Verdade evidente e Verdade da maioria;

    Islamitas =>
    Geralmente, Verdade Involuntária,
    Verdade da maioria e
    Verdade falsa evidente.

    Carismáticos =>
    Pode ser Verdade "ainda-em-busca", Verdade "aqui está bom", Verdade "não é possível que eu esteja errado!", Verdade em conversão e, não poucas vezes, Verdade enganadora.


    Progressistas => Verdade ideológica, Verdade falsa evidente, Verdade enganadora.

    Tradicionalistas => Verdade ideológica, Verdade falsa evidente, Verdade em conversão.

    Sedevacantistas => Verdade falsa evidente;

    Ateus => Verdade ideológica, Verdade conveniente, Verdade enganadora e, sobretudo, Verdade criada.

    Índios => Verdade Involuntária, geralmente.

    ResponderExcluir
  2. Como te disse no meu blogue, n entendi muito bem, mas lá vai:

    Protestantes: verdade ausente, avião sem piloto

    Islamitas: escravos rancorosos

    Carismáticos:verdade circense

    Progressistas: verdade de quem tomba lata

    Tradicionalistas: Católicos

    Ateus: escuridão

    ResponderExcluir

Comente:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...