Agonia das almas perdidas

Do livro "A Conversão do Poeta", de Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho 


Almas cercadas de lama.
Odores putrefadores.
Dores, piores horrores.
Só há ódio, não se ama.
 
Queimam sem se consumir.
Choram sem se consolar.
E põem-se a gritar.
Clamores pra quem ouvir?
 
Companhia do demônio.
Tormentos o tempo inteiro.
Não é nada passageiro,
não se acorda, não é sonho.
 
As trevas pra habitar.
Falta luz, mas vê-se o mal
que está em cada qual
das almas de tal lugar.
 
Tudo é aterrador.
Não sorriem, não há como.
Nem se alegram, não há como.
Só se vive imensa dor.
 
Pois abandonaram Deus.
Eis porque abandonadas.
Hoje são almas danadas,
justos destinos os seus.
 
E eu não disse tudo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Arquivo do Blog

Baixe grátis meu livro A CONVERSÃO DO POETA, seu presente pelos 10 anos do blog ARENA DA TEOLOGIA

Estando próximo de completarmos 10 anos do nosso blog ARENA DA TEOLOGIA, estamos presenteando a você que é nosso leitor com o meu mais ...

Assine o Arena da Teologia

Assine o Arena da Teologia
Receba conteúdo exclusivo por e-mail. Blog essencialmente de teologia católica abordando questões necessárias e urgentes aos tempos atuais.

Postagens mais acessadas

Adquira o livro do editor do blog

Adquira o livro do editor do blog
Nesta obra é apresentado um panorama montado a partir da visão dos católicos ditos tradicionalistas, aqueles que fizeram e fazem resistência às mudanças que desfiguraram a Igreja Católica a partir do Concílio Vaticano II. Episódios pouco conhecidos dos católicos são trazidos à tona, bem como se tenta desvendar os reais motivos para a realização de uma reforma na celebração da Santa Missa, algo tido como acontecimento improvável para o mundo católico após a promulgação da Bula Quo Primum Tempore, um documento do Papa São Pio V que, em 1570, tornava definitiva a forma com a qual se deveria celebrar a Santa Missa a partir de então.

Fale direto com o editor:

  • claudiomarfilho@gmail.com

Total de visualizações

Editor do Blog:

Editor do Blog:
Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho

PADROEIRO DESTE BLOG

PADROEIRO DESTE BLOG
São Tomás de Aquino