A superioridade da teologia sobre qualquer ciência puramente humana - Pe. Álvaro Calderón

Os Princípios da Teologia

A ciência teológica é uma ciência imperfeita subalterna, "porque procede de princípios que nos são conhecidos por meio da luz de uma ciência superior, que é a de Deus e dos bem-aventurados. Por conseguinte, assim como a música aceita os princípios que a aritmética lhe dá, a doutrina sagrada crê nos princípios revelados por Deus" (São Tomás de Aquino, Suma Teológica, Iª, q.1, a.2).

Para a demonstração teológica, portanto, os princípios não são obtidos por indução, mas por revelação; o critério de verdade deles não é a evidência, mas a autoridade divina; e não se tornam patentes à luz da razão, mas à luz da fé.

Ainda que os princípios da demonstração teológica não tenham a certeza da evidência, gozam porém de uma certeza ainda maior, a da própria autoridade de Deus. Daí a superioridade da teologia sobre qualquer ciência puramente humana.

Mas estará o teólogo desobrigado do laborioso caminho da investigação? Não, seu caminho é mais curto e seguro, mas tem de percorrê-lo. Assim como o filósofo não nasce de posse de seus princípios é o magistério da Igreja. Mas nem tudo o que é efetivamente revelado foi proposto explicitamente desde o começo pelo Magistério como infalivelmente certo por autoridade de Deus.

(Pe. Álvaro Calderón, A Candeia debaixo do Alqueire; tradução Carlos Nougué. Rio de Janeiro: Setimo Selo, 2009, p. 279-280).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Arquivo do Blog

Baixe grátis meu livro A CONVERSÃO DO POETA, seu presente pelos 10 anos do blog ARENA DA TEOLOGIA

Estando próximo de completarmos 10 anos do nosso blog ARENA DA TEOLOGIA, estamos presenteando a você que é nosso leitor com o meu mais ...

Assine o Arena da Teologia

Assine o Arena da Teologia
Receba conteúdo exclusivo por e-mail. Blog essencialmente de teologia católica abordando questões necessárias e urgentes aos tempos atuais.

Postagens mais acessadas

Adquira o livro do editor do blog

Adquira o livro do editor do blog
Nesta obra é apresentado um panorama montado a partir da visão dos católicos ditos tradicionalistas, aqueles que fizeram e fazem resistência às mudanças que desfiguraram a Igreja Católica a partir do Concílio Vaticano II. Episódios pouco conhecidos dos católicos são trazidos à tona, bem como se tenta desvendar os reais motivos para a realização de uma reforma na celebração da Santa Missa, algo tido como acontecimento improvável para o mundo católico após a promulgação da Bula Quo Primum Tempore, um documento do Papa São Pio V que, em 1570, tornava definitiva a forma com a qual se deveria celebrar a Santa Missa a partir de então.

Fale direto com o editor:

  • claudiomarfilho@gmail.com

Total de visualizações

Editor do Blog:

Editor do Blog:
Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho

PADROEIRO DESTE BLOG

PADROEIRO DESTE BLOG
São Tomás de Aquino