Sobre a Ignorância Invencível: Passagens Bíblicas que Abordam a Temática da Ignorância


        Percebem-se diversas palavras da Bíblia seguindo o mesmo tom dos textos magisteriais que não aplicam atenuantes quanto às falhas praticadas por ignorância. E vão ainda além, como nas citações seguintes:
  1. Deus priva alguns homens de certos conhecimentos: 

    "Por esse tempo, pôs-se Jesus a dizer: Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e doutores e as revelaste aos pequeninos". (Mt 11,25).

  2. A ignorância afasta da vida de Deus: 

    "Portanto, eis o que digo e conjuro no Senhor: não persistais em viver como os pagãos, que andam à mercê de suas idéias frívolas. Têm o entendimento obscurecido. Sua ignorância e o endurecimento de seu coração mantêm-nos afastados da vida de Deus". (Ef 4, 17-18).

  3. Não é justificada a mentira cometida por ignorância, mas deve ser motivo de envergonhar-se: 

    "Não contradigas de nenhum modo a verdade, envergonha-te da mentira cometida por ignorância". (Eclo 4, 30).


  4. Preces insistentes para ser preservado da ignorância: 

    "Senhor, meu pai e soberano de minha vida, não me abandoneis ao conselho de meus lábios, e não permitais que eles me façam sucumbir. Quem fará sentir o chicote em meus pensamentos, e em meu coração a doutrina da sabedoria, para eu não ser poupado nos pecados por ignorância, a fim de que esses erros não apareçam? Para que não aumentem as minhas omissões, e não se multipliquem as minhas ignorâncias, e eu não caia diante de meus adversários, e não escarneça de mim o meu inimigo?" (Eclo 23, 1-3).


  5. Deus tira da ignorância os dignos de confiança, e não simplesmente os perdoa por causa dela:

    "Dou graças àquele que me deu forças, Jesus Cristo, nosso Senhor, porque me julgou digno de confiança e me chamou ao ministério, a mim que outrora era blasfemo, perseguidor e injuriador. Mas alcancei misericórdia, porque ainda não tinha recebido a fé e o fazia por ignorância". (Tm 1, 12-13).


  6. A garantia de que a voz de Deus é ouvida em todo o mundo:

    "Por toda a terra correu a sua voz, e até os confins do mundo foram as suas palavras (Sl 18,5)."


  7. E ainda, a certeza de que conhecem a Deus aqueles que são Suas ovelhas: 

    "Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas conhecem a mim" (Jo 10,14. Grifou-se).
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Baixe grátis meu livro A CONVERSÃO DO POETA, seu presente pelos 10 anos do blog ARENA DA TEOLOGIA

Estando próximo de completarmos 10 anos do nosso blog ARENA DA TEOLOGIA, estamos presenteando a você que é nosso leitor com o meu mais ...

Assine o Arena da Teologia

Assine o Arena da Teologia
Receba conteúdo exclusivo por e-mail. Blog essencialmente de teologia católica abordando questões necessárias e urgentes aos tempos atuais.

Postagens mais acessadas

Adquira o livro do editor do blog

Adquira o livro do editor do blog
Nesta obra é apresentado um panorama montado a partir da visão dos católicos ditos tradicionalistas, aqueles que fizeram e fazem resistência às mudanças que desfiguraram a Igreja Católica a partir do Concílio Vaticano II. Episódios pouco conhecidos dos católicos são trazidos à tona, bem como se tenta desvendar os reais motivos para a realização de uma reforma na celebração da Santa Missa, algo tido como acontecimento improvável para o mundo católico após a promulgação da Bula Quo Primum Tempore, um documento do Papa São Pio V que, em 1570, tornava definitiva a forma com a qual se deveria celebrar a Santa Missa a partir de então.

Fale direto com o editor:

  • claudiomarfilho@gmail.com

Total de visualizações

Editor do Blog:

Editor do Blog:
Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho

PADROEIRO DESTE BLOG

PADROEIRO DESTE BLOG
São Tomás de Aquino