Ciência ontem e ciência hoje


por Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho

O homem, em sua incessante busca de respostas acerca de si mesmo e do mundo que o envolve, sempre foi produzindo conhecimento, o qual foi deixado como legado a cada geração que se sucedia: surgiram as ciências.

A filosofia configurou-se como a mãe das ciências. Seu contributo à humanidade desde os mais remotos tempos de registro histórico é inestimável. O conhecimento humano como um todo provou historicamente de um desenvolvimento natural e ordinário. Porém, nos dias hodiernos, mais efusivamente após a Revolução Francesa, as ciências humanas têm provado de certa evolução que não condiz com a forma natural com que se desenvolveram em todas as épocas.

Eis que o homem foi levado a ter inúmeros anseios e a habitar em um mundo permeado de valores pós-modernos que se contrapõem à ideia de um mundo regido por Deus.

Dessa forma, a ciência, em seu amplo desenvolvimento, veio dar possibilidades para estabelecerem-se tantas vertentes teóricas e teses pré-concebidas, e supostamente pré-comprovadas, para sustentar um discurso que responda a tais anseios e que, fazendo-se crer que, enfim, se progredira no conhecimento. Esse pseudoconhecimento avançado que se desvencilha dos alicerces da filosofia e que desmerece a herança trazida pela cristandade rompe com a ciência de tempos remotos. E o homem, levantando a bandeira de uma desejada ciência livre, na realidade produz uma ciência incoerente e libertina. Essa ciência à maneira do mundo moderno é uma falsa ciência.

A tateante aventura humana de projetar um cientificismo descristianizado e descristianizador apenas desfavorece a evolução da verdadeira ciência, que não teme provar Deus - o qual, por sua vez não é incompatível com a verdadeira ciência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

O LEGADO DE FÉ E MORAL DOS SANTOS AOS FIÉIS DE HOJE (Artigo)

Que falta ao católico de hoje? Responder-se-ia com grande sensatez afirmando que, substancialmente, falta-lhe conhecer e viver com ma...

Assine o Arena da Teologia

Assine o Arena da Teologia
Receba conteúdo exclusivo por e-mail. Blog essencialmente de teologia católica abordando questões necessárias e urgentes aos tempos atuais.

Postagens mais acessadas

Adquira o livro do editor do blog

Adquira o livro do editor do blog
Nesta obra é apresentado um panorama montado a partir da visão dos católicos ditos tradicionalistas, aqueles que fizeram e fazem resistência às mudanças que desfiguraram a Igreja Católica a partir do Concílio Vaticano II. Episódios pouco conhecidos dos católicos são trazidos à tona, bem como se tenta desvendar os reais motivos para a realização de uma reforma na celebração da Santa Missa, algo tido como acontecimento improvável para o mundo católico após a promulgação da Bula Quo Primum Tempore, um documento do Papa São Pio V que, em 1570, tornava definitiva a forma com a qual se deveria celebrar a Santa Missa a partir de então.

Fale direto com o editor:

  • claudiomarfilho@gmail.com

Total de visualizações

Editor do Blog:

Editor do Blog:
Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho

PADROEIRO DESTE BLOG

PADROEIRO DESTE BLOG
São Tomás de Aquino